UA-74104169-1
tudo que voce precisa saber sobre o orgasmo feminino

Tudo que você precisa saber sobre o orgasmo feminino

O sexo vaginal é a atividade sexual mais frequente realizada mundialmente, inclusive pelos brasileiros. É quando ocorre a introdução do pênis na vagina para proporcionar o prazer, mas é nessa prática que a mulher tem maior dificuldade em sentir o orgasmo.

Pesquisas revelam que apensa 30% das mulheres brasileiras sentem orgasmo vaginal com frequência.

A vagina tem aproximadamente 8 a 10 cm de comprimento, e quando excitada distende-se em largura e comprimento, onde pode chegar até 12 cm de profundidade para o acoplamento do pênis. Sua circunferência varia de acordo com a genética, estrutura corporal e com o estado de saúde muscular.

O orgasmo vaginal será facilmente sentido pela mulher se houver estimulação pelo pênis na região vaginal conhecida como região do Ponto G, e se essa região estiver com a circulação e inervação saudáveis. Para alcançar o orgasmo vaginal são indicadas algumas atitudes pelas mulheres, como:

1 – Conhecer o próprio corpo, pois assim saberá induzir o parceiro ao estimulo correto e como lhe agrada;

2 – Tem uma musculatura intima saudável, pois os músculos do assoalho pélvico formam a base do clitóris e região do ponto G. Se os músculos estiverem saudáveis haverá melhor circulação e inervação local e o orgasmo será mais intenso;

3 – O pênis deve estimular a região popularmente conhecida como ponto G (região com muita inervação, localizada na parede anterior da vagina e com profundidade entre 2 a 4 cm);

4 – A região do ponto G deve ser conhecida pela mulher e deve ser estimulada previamente para aumentar a sensibilidade local, isso pode ser realizado com o dedo, géis que mudam a temperatura e que vibram, e vibrador;

5 – Encontrar uma posição que favoreça a fricção do pênis no ponto G durante o ato sexual da penetração;

6 – Estar bem emocionalmente e fisicamente, e sempre deve estar lubrificada;

7 – Dialogar com o (a) parceiro (a). É importante que a mulher diga ao outro suas preferências e desagrado, e jamais sentir prazer quando não teve.

Fabiane Dell’ Antônio (Fisioterapeuta, Palestrante e Consultora em Sexualidade).

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.